Macro-atividade #283

Atividade 12: Estudo de descentralização da administração da plataforma mc2

Adicionado por Antônio Tadeu Azevedo Gomes mais de 4 anos atrás. Atualizado almost 4 years atrás.

Situação:Em andamento Início:01/04/2013
Prioridade:Normal Data prevista:31/05/2013
Atribuído para:Bruno Correa % Terminado:

60%

Categoria:- Tempo gasto: -
Versão:-

Descrição

Esta atividade contempla o estudo de soluções para uma maior descentralização da administração da plataforma mc2 por meio da definição de diferentes níveis de administração no CSGrid que permitam uma operação menos centralizada da plataforma tanto pelas instituições participantes quanto pela RNP (p.ex. para gerenciamento de usuários, de ambientes de SaaS, e de infraestruturas de execução no nível de IaaS). A documentação desse estudo será incluída como parte do relatório RT4: “Plano de testes do piloto”.

Histórico

Atualizado por Antônio Tadeu Azevedo Gomesmais de 4 anos

  • Situação alterado de Nova para Em andamento
  • Início alterado de 01/03/2013 para 01/04/2013

Os estudos feitos até o momento mostram não ser muito simples descentralizar a administração do CSGrid. Por outro lado, o fato do CSGrid se basear em um barramento de serviços (Openbus) permite o desenho de uma solução de federação onde a descentralização ocorre por meio de múltiplos servidores CSGrid geridos separadamente e federados via os mecanismos de governança e de controle de acesso baseado em certificados digitais ofertado pelo barramento de serviços. Novos estudos estão sendo conduzidos nessa direção, e a proposição de um serviço experimental a partir deste GT foi baseada neste conceito.

Atualizado por Antônio Tadeu Azevedo Gomesmais de 4 anos

  • Data prevista ajustado para 31/05/2013

Atualizado por Antônio Tadeu Azevedo Gomesmais de 4 anos

  • % Terminado alterado de 0 para 20

Atualizado por Antônio Tadeu Azevedo Gomesalmost 4 years

  • % Terminado alterado de 20 para 60

Os estudos feitos até o momento mostram não ser muito simples descentralizar a administração do CSGrid. Por outro lado, o fato do CSGrid se basear em um barramento de serviços (Openbus) permite o desenho de uma solução de federação onde a descentralização ocorre por meio de múltiplos servidores CSGrid geridos separadamente e federados via os mecanismos de governança e de controle de acesso baseado em certificados digitais ofertado pelo barramento de serviços. Novos estudos estão sendo conduzidos nessa direção, e a proposição de um serviço experimental a partir deste GT foi baseada neste conceito.

Exportar para Atom PDF